» O que é VCI?


VCI são sais orgânicos derivados de aminas que volatilizam, gradualmente, saturando o ambiente interno da embalagem, depositando estes sais sobre a superfície metálica, formando uma camada monomolecular invisível que protege contra a corrosão.

Quando aberta a embalagem, esta camada protetora imediatamente dissipa-se, deixando o metal limpo e pronto para ser utilizado.

Fabricados com tecnologia própria, conferindo proteção específica para cada tipo de metal, os Inibidores Voláteis de Corrosão (VCI) da VCI BRASIL não são tóxicos e não apresentam riscos à saúde e ao meio ambiente.

Como atua?

A atuação do VCI em superfícies metálicas é pautada no seguinte mecanismo de ação:

> Fechamento da embalagem contendo Inibidor Volátil (VCI);

> Volatilização do VCI;

> Atmosfera fechada contendo o VCI;

Migração do VCI para qualquer cavidade e local da peça metálica; 

> Condensação do VCI na superfície metálica;

Absorção do VCI na superfície metálica;

Formação da camada monomolecular sobre a superfície metálica;

Neutralização da corrente de corrosão;

Saturação do meio com o VCI (equilíbrio).

Vantagens

Não ocorre deposição de materiais sobre a superfície metálica (Tecnologia Limpa);

Não requer processos de limpeza posterior (não é necessário utilizar solventes orgânicos tóxicos);

> Peças metálicas com boa apresentação visual após armazenamento e transporte, prontas para utilização;

> Simplicidade de aplicação: flexibilidade;

> Oferece resistência química e mecânica;

Baixo custo: menor número de fases nos processos de embalagem e desembalagem do material metálico;

> Não oferece riscos à Saúde Humana, ao Meio Ambiente, favorecendo os processos denominados como 'Limpos’;

Biodegradável, praticamente atóxico e alguns dos produtos são recicláveis.

Ação na embalagem

A base orgânica funciona como um ‘carregador passivo e ativo, que ao volatilizar leva consigo um ânion inorgânico ou orgânico. A tendência natural é que se depositem na superfície metálica, ocorrendo formação da película uniforme e invisível. Após um determinado nível de concentração de vapor, estabelece-se o equilíbrio, ocasionando uma perfeita troca entre o inibidor na embalagem e na superfície do metal, ou seja, o mecanismo de condensação possui a mesma velocidade que o mecanismo de vaporização, conforme mostra o esquema a seguir:

 

 

Num sistema Ideal, para ocorrer a proteção, a embalagem deve estar hermeticamente fechada, ocasionando o equilíbrio no sistema. Neste caso a durabilidade da proteção corrosiva com VCI tende a ser infinita. Caso exista uma troca deste meio com o meio exterior (pequenos vazamentos ou aberturas) ocorrerá uma 'renovação' constante do meio, o que provoca um consumo e, conseqüentemente, um desgaste do VCI aplicado no sistema.

A camada ou película inibidora sobre a superfície metálica é preservada enquanto o produto permanecer na embalagem fechada. O mecanismo de proteção assegura que as peças estejam prontas para o uso imediato, sem necessitar de uma limpeza ou lavagem com solvente.

Esta operação complementar de limpeza depende, sobretudo, da aplicação final do metal em questão. A corrosão metálica tem início quando a umidade (que contém o eletrólito) condensa na superfície do metal, ocasionando um fluxo de elétrons entre a superfície metálica e o eletrólito. As moléculas de VCI não impedem a deposição do eletrólito, porém direciona o fluxo de corrente existente no sentido satisfatório para que não exista oxidação do metal. Dependendo do metal e do sistema inibidor, a camada fina formada impede fisicamente o contato do eletrólito com o metal.

 

Vci Responsivo © 2017 - Todos os direitos reservados